Telefone: 011 3257-0763

Artroscopia de Ombro | Tudo Sobre Ombro

Artroscopia de Ombro

Artroscopia de Ombro

 

Paciente posicionado em decubito lateral para artroscopia de Ombro, atenção a demarcação da pele no ombro do paciente e no fundo o monitor por onde o cirurgião olha a cirurgia

Texto de Dr. Joel Murachovsky Contatos: 11-37391334 0u 11-32570763

ARTROSCOPIA DE OMBRO

A Artroscopia de ombro é realizada para diversas causas de dor no ombro e sua indicação vem crescendo com o desenvolvimento de novos materiais e técnicas cirurgicas. A artroscopia de ombro é realizada por meio de pequenas incisões na pele  de aproximadamente 1,5cm (portais), determinados por pontos de referência demarcados na pele, por onde introduzimos introduzimos uma micro camera  e  instrumental delicado, tais como  micro motores acoplados aos instrumentos e pinças e, assim, podemos acessar as mais diversas doenças do Ombro (bursite e tendinite do ombro, tendinites calcárias, lesão do manguito rotador, liberação do nervo supra-escapular, certas fraturas do úmero, instabilidades do ombro, lesão Slap, capsulite adesiva, entre outras) . Para a realização da artroscopia uma bomba de infusão infunde soro fisiológico estéril para dentro da junta o que facilita a visualização da anatomia do ombro. A imagem que o médico vê é uma imagem aumentada do que a microcamera capta de dentro do Ombro e essa imagem é vista em um monitor de televisão de alta qualidade

Video educativo reparo da lesão do manguito rotador

As grandes vantagens da artroscopia são a possibilidade de realizar uma melhor avaliação de toda a região a ser operada e caso se encontre alguma outra alteração durante esse procedimento cirúrgico, ter a capacidade de tratá-la. E, geralmente, a recuperação é mais rápida e, menos dolorosa por parte do paciente.

 

 

 

 

Joel Murachovsky

Dr. Joel Murachovsky é Ortopedista, especialista em cirurgia de Ombro e Cotovelo, com formação realizada no departamento de ortopedia e traumatologia da Santa Casa de São Paulo. Contatos: 11 - 32570763 ou 11 - 37438251

11 Comments on “Artroscopia de Ombro

  • Nuno fevereiro 26, 2013 at 17:27 Reply

    Boa tarde,

    tenho 30 anos e pratico desporto regularmente (especialmente musculação). Comecei a ter dores no ombro direito há cerca de 2 anos. Inicialmente diagnosticaram-me uma simples tendinite e estive a fazer medicação e repouso. Como os sintomas não passaram voltei a fazer exames (nomeadamente uma ressonância magnética) e foi-me diagnosticado um conflito subacromial. Fiz fisioterapia durante uns meses e, mais tarde (uma vez que sintomas mantinham-se mesmo que minimizados) fiz uma infiltração. As dores e as limitações voltaram passados 2 meses e, em conjunto com o meu médico, decidimos avançar para a cirurgia, tendo em conta a minha idade e estilo de vida ativo. Afinal a cirurgia (artroscópica) revelou uma rotura da coifa à direita + instabilidade da LPB (que não tinha acusado na ressonância). Fizeram-me uma reinserção da coifa com 1 sutura de ancoragem + tenodese da LPB. A cirurgia foi há cerca de 1 ano, em finais de janeiro de 2012. Fiz todo o processo de recuperação recomendado, nomeadamente fisioterapia durante vários meses, e depois retorno ao ginásio para fortalecimento muscular.

    Acontece que, apesar de várias visitas ao médico, não estou ainda totalmente recuperado. Sinto ainda instabilidade no ombro, e mal-estar/dores (mesmo que não muito intensas) especialmente durante e após os treinos. Voltei ao médico há 2 meses por iniciativa própria, para avaliação e tirar dúvidas e para perceber se deveria estar preocupado – após exame na consulta médico diz que faz parte do processo de recuperação, que idealmente já estaria concluído mas que pode ir até 18 meses. Recomendou que não parasse com treinos de musculação, para reforço muscular. Na sequeência disso tenho treinado com maior frequência e intensidade, com acompanhamento de um personal trainer. Mas o mal-estar e dores ligeiras no ombro acontecem quase sempre durante e após o treino (especialmente quando faço exercícios de peitoral). Meu médico é especialista conceituado em patologias do ombro e cotovelo, e confio nele, mas estou bastante desmotivado pois a recuperação e as limitações parecem não ter fim. E fico sempre na dúvida se devo continuar a treinar ou não. Tenho medo que em vez de recuperar esteja a lesionar mais o ombro.

    Pode dar-me a sua opinião, Dr Joel?

    Obrigado!!

    • É dificil eu opinar sem te examinar e sem ver suas imagens… seria imprudente da minha parte entende… contudo ter dor não é normal… acredito que nova ressonacia seria importante para avaliarmos como estão os reparos… exponha suas dividas ao colega…
      boa sorte

  • Paulo janeiro 29, 2014 at 00:50 Reply

    Dr boa noite. O q significa o laudo da rm ombro direito?

    *Discreta irregularidade dos contornos da porção póstero-superior da cabeça umeral, sem sinais de edema ósseo atual associado, sugerindo inicialmente sequela de impactação óssea nesta topografia.
    *Fratura da porção ântero-inferior da glenóide, com extensão intra-articular, com desnivelamento de cerca de 2mm da cortical óssea subcondral nesta topografia, associando-se ainda edema medular ósseo adjacente.
    *Observa-se pequeno deslocamento ântero-medial do fragmento ósseo, este que mede cerca de 2,0cm no seu maior diâmetro.
    *Discreta redução das dimensões e alteração de sinal da porção ântero-inferior do lábio glenoidal, adjacente a fratura acima descrita, podendo estar relacionado a alteração degenerativa e/ou lesão. Demais porções do lábio glenoidal sem evidencias de lesões.
    *Pequeno derrame articular glenoumeral.

    O restante do texto diz q os outros componentes estão preservados.

    Grato

    Sucesso

  • juliana vilela outubro 26, 2015 at 09:49 Reply

    Olá , Bom dia tenho 30 anos e m~es passado passei por examen de umtrason que diagosticou bursite e tendinite na supra espinhal desde então estou tratando de bursite e tendinite no ombro esquerdo com fisioterapia , mas percebi que depois da fisio começou a piorar com muito inchaço no ombro , estou com dúvida se teve algum rompimento uma vez que consigo levantar o braço só um pouco e tenho fraqueza na mão ….
    Agradeço atenção …
    Obrigada

    • acredito que o edema no ombro, n~\o necessariamente esta ocorrendo por um rompimento… na minha opinião uma ressonancia magnetica ajudaria no seu caso… converse com seu médico…

  • Oscar janeiro 6, 2016 at 13:08 Reply

    Olá Dr. Recentemente recebi diagnóstico de SLAP com indicação para cirurgia. Praticar natação pode piorar meu estado? E pode ter causado o problema?

  • José julho 3, 2016 at 12:15 Reply

    Dr realizei uma artroscopia para reparo de lesão de Hill sachs e labrum porém o meu médico indicou âncoras de peek. Mas meu Convenio autorizou as de metal. Eu fui saber isso após a cirurgia pq se soubesse antes teria comprado as de peek. Enfim realizei a cirurgia com as âncoras de metal. Meu médico falou que a cirurgia foi td ok porém deu trabalho pq na cirurgia escapou uma âncora e teve que fazer outro furo no osso e oque era para ser uma cirurgia de 1:30hrs foi de quase 3:00hrs. E que as âncoras de metal são muito ruim para trabalhar. Mas que o serviço e o mesmo é que o máximo que pode acontecer é uma artrose muito futuramente. Enfim fiquei sismado. É procurado na internet vejo q realmente as âncoras de peek e o que ah de mais moderno. Minha pergunta é: é muita diferença no resultado final eu não ter colocado as âncoras de peek? Oque pode acontecer futuramente? Pode ser feita outra cirurgia futuramente? Att: José

  • José julho 3, 2016 at 13:28 Reply

    Dr. Joel obrigado pela resposta. Uma outra dúvida. Quais tipos de tendências as complicações das âncoras de metais podem vir a causar? E tem um tempo para aparecer as complicações? E caso vir a complicar, será indicado uma nova cirurgias para substituir as âncoras? Desde já obrigado pela atenção. Att: José.

    • a mais grave e comum seria se a ancora ficam salientes, elas raspam na cartilagem e vão machucando a mesma…não existe um tempo…
      sim para retirar as ancoras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *