cirurgia no cotovelo

O que é uma prótese de Cotovelo? Quando é indicada?

Texto de Dr. Joel Murachovsky          CRM 86486

Médico ørtopedista especialista em Cirurgia de Ombro e Cotovelo

Contatos:   11- 37391334        ou         11- 32554395

O que é uma prótese de Cotovelo?

A prótese de cotovelo é a substituição da estrutura óssea desgastada do úmero distal e da ulna proximal por metal, que são acoplados por um parafuso especial interligado a um plástico especial, chamado de polietileno.

Quando indicamos uma prótese de Cotovelo?

 

A Prótese de cotovelo é indicada para pacientes que apresentam uma dor no cotovelo que não melhora com fisioterapia e, é  relacionada a um desgaste da articulação do cotovelo, fazendo com que o paciente apresente uma perda significativa da mobilidade articular pelo desgaste e pela deformidade que ocorre nessa articulação. Também, certas  fraturas agudas que acometem a articulação do cotovelo podem ser de indicação para prótese, dependendo da idade do paciente e demanda do mesmo.  Esse desgaste articular ocorre mais comumente por uma artrite, sendo a mais comum a artrite reumatóide; por artrose, ou por sequela de fratura.

Qual tipo de prótese preciso?

Prótese total de Cotovelo

 

Embora existam diversos tipos e modelos de próteses de cotovelo, no Brasil só temos disponível a prótese de cotovelo total semi-constricta. Por isso, as indicacões no nosso país acabam sendo mais restritas.

Como é feito o procedimento?

 

Para realização da prótese fazemos um corte grande na parte posterior do cotovelo. Realizamos pequenos cortes na  área desgastada do úmero e da ulna e, as substituímos por uma estrutura metálica que se unem por meio de um parafuso especial que simula uma nova articulação junto de um plastico especial que chamamos de polietileno.  Durante a cirurgia deve-se tomar cuidado para não causar uma lesão neurólogica, já que nervos importantes passam muito perto das estruturas abordadas nessa cirurgia

Como é o pós-operatório?

O  pós-operatório é um pouco doloroso e o paciente deve usar uma tipóia que ajuda a diminuir essa dor. O paciente inicia a fisioterapia assim que o dreno de aspiração é retirado de dentro da articulação do cotovelo, geralmente, no segundo dia após a cirurgia.. De inicio a preocupação é ganhar a amplitude de movimento e após o ganho da força muscular.


Epicôndilite Medial

Texto de Dr. Joel Murachovsky Contatos: 11-37438251 ou 11-32570763

Epicôndilite Medial  Causas, Sintomas e Tratamento

A epicôndilite medial é uma causa de dor no cotovelo e, pode ser conseqüência, tanto de um esforço único sobre osmúsculos flexo-pronadores, como de vários esforços menores sobre este grupo muscular, resultando em dor no território do epicôndilo medial. É muito comum sua associação à neurite (inflamação) do nervo ulnar (30 a 50% dos casos) e, em raras situações, a lesão do ligamento colateral medial do cotovelo.  É uma causa  de dor no cotovelo muito comum em jogadores de Golfe.
No exame físico o paciente apresenta dor à palpação do epicôndilo medial ( aquela ponta de osso na face interna do cotovelo )  e dor ao tentar virar a palma da mão para baixo contra resistência.
Deve-se avaliar como diagnósticos diferenciais  se o nervo ulnar está envolvido ou não, além de descartar uma subluxação da cabeça medial do músculo tríceps ou uma  neuropatia do nervo cutâneo medial do antebraço, que podem resultar em dor próximo ao epicôndilo.
O tratamento de início é similar ao descrito acima no tratamento da epicondilite lateral, embora existam autores que indiquem cirúrgia, quando há a associação com neurite (inflamação) do nervo ulnar.

Da mesma forma que na epicondilite lateral, o tratamento cirúrgico da epicondilite medial só encontra campo quando da falha de todas as outras formas de tratamento conservador.