Telefone: 011 3257-0763

Ressonância Magnética | Tudo Sobre Ombro

Ressonância Magnética

Ressonância Magnética

 

Exemplo de uma imagem de Ressonância Magnética do Ombro

Texto por Dr. Joel Murachovsky Contatos: 11-37438251 ou 11-32570763

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

A Ressonância Magnética se tornou uma importante ferramenta para auxílio no diagnóstico de patologias ortopédicas. Esse exame permite que o médico ortopedista tenha a possibilidade de avaliar adequadamente as partes moles (músculos, tendões, ligamentos, cápsula articular e cartilagem) com muito mais clareza do que a Tomografia Computadorizada ou Radiografias Simples.

A Ressonância Magnética não expõe o paciente a radiação, funcionando por meio de campos magnéticos; os diferentes tecidos reagem de maneira diferentes, o que gera as imagens detalhadas de cada região.

Existem pacientes que não podem realizar o exame de Ressonância Magnetica, por exemplo: pacientes com marca-passo, pacientes com stents seja no cérebro, seja no coração; uso de clipes por aneurisma; pacientes com certos tipos de implantes metálicos dentro de seu corpo. Existem hoje implantes ortopédicos mais modernos que são inertes e não reagem com a força magnética.

Basicamente o paciente é colocado dentro de um tubo cilíndrico por meio de uma cama móvel e, geralmente é um pouco apertado no seu interior. Por isso pacientes com claustrofobia por vezes não consegue realizar esse exame. Nesses casos talvez seja necessário a sedação do paciente para se poder realizar o exame. Por outro lado, já existem Aparelhos de Ressonância Magnética (de campo aberto) com uma área aberta, isso torna o exame um pouco mais confortável para esses pacientes. Contudo, a qualidade das imagens geradas não são tão boas como as imagens do aparelho convencional.

O exame de Ressonância Magnética é um exame caro e leva, em média, 45 minutos para ser completado, porém quando bem indicado ajuda muito no diagnósticos das doenças do ombro e doenças do cotovelo.

Joel Murachovsky

Dr. Joel Murachovsky é Ortopedista, especialista em cirurgia de Ombro e Cotovelo, com formação realizada no departamento de ortopedia e traumatologia da Santa Casa de São Paulo. Contatos: 11 - 32570763 ou 11 - 37438251

19 Comments on “Ressonância Magnética

  • Pingback: Tudo Sobre Ombro Tomografia Computadorizada - Tudo Sobre Ombro

  • Manuel Moreno outubro 19, 2014 at 12:55 Reply

    ruptura parcial tendao supraespinhoso, nao tenho dores fortes mais o movimento do brazo e limitado tanto para frente quanto para o lado.
    moro em Manaus e gostaria fazer uma consulta

  • fiz uma ressonância magnética do ombro esquerdo deu resultado:
    -leve inclinação lateral do acrômio.
    -distensão líquida da bursa subacromial/subdeltoídea.
    -leve tendinopatia do surespinhoso.

  • Tiago janeiro 24, 2015 at 08:56 Reply

    Dr. Joel, bom dia!

    Acabo de pegar um resultado de ressonância magnética do ombro D, leia abaixo por favor;

    Irregularidade discreta focal no aspecto posterosuperior da cabeça do úmero e na borda anterior da cavidade glenóide, que corresponde a fratura.
    Articulações glenoumeral e acromioclavicular sem alterações.
    O tendão supraespinhal apresentou-se espessado e com alteração de sinal a partir da zona crítica, com pequena rotura rente a inserção, medindo cerca de 0,5 cm em seu maior eixo. Demais tendões do manguito rotador e cabo longo do bíceps com espessura e intensidade de sinal normais.
    Alteração de sinal no lábio acetabular anterior e superior, cursando com comprometimento subperiosteal da margem anterior da glenóide.
    Musculatura da cintura escapular de dimensões e intensidade de sinal normal.
    Líquido livre intra-articular em quantidade fisiológica.

    I.D.:1-) Tendinopatia com pequena rotura insercional do supraespinhal.
    2-) Sinais de avulsão do lábio superior (slap) associado a lesão de Hill-sachs e Bankart óssea.

    A lesão ocorreu há uns 10 anos, por queda…não saiu todo o ombro do eixo…consegui recolocar o ombro no lugar e parou a dor intensa…ficou um pouco dolorido, não imobilizei.

    Hoje estou com 28 anos, não sinto dor ao pegar peso ou outras atividades, como: andar de bicicleta…porém, caso eu faça algum movimento muito brusco, até mesmo dormindo caso assuste e vire o braço em determinada posição…dá de sair do lugar…doendo muito até que o recoloque..tenho um pouco de insegurança, mas apesar disso, venho convivendo bem com o problema.

    Que devo fazer, apenas com exercícios/ fisioterapia posso me recuperar?

    É indicado a cirurgia nesse caso?

  • mauro nunes fevereiro 12, 2015 at 14:33 Reply

    ola doutor. boa tarde!
    meu ombro saiu fora do lugar, a tal luxação.minha idade 36.
    tenho três duvidas, que muitos devem ter também:
    primeiro- o quanto mais rápido se colocar no lugar, é importante?
    segundo- por ser a minha primeira vez, o uso da tipoia por duas semanas, é importante? visto que no laudo do raio x, que tirei no outro dia do acidente diz : ausência de lesões radiográficas significativas relacionadas ao trauma.obs: estou usando conforme o medico prescreveu.
    terceiro- o tal medo. poderei fazer tudo que fazia antes, pegar peso, etc…; sendo que obtive essa luxação fazendo força agachado com o braço para pegar com o outro, coisa que não faço rotineiramente.
    se puder me esclarecer, pois certamente é a duvida de outros leitores de seu brilhante site, está de parabéns pelas informações.

    • muito bem… acide de 30 anos a chance de seu ombro voltar a sair do lugar é de 50%, comparado aos 90% abaixo dos 30 anos, nos faz pensar que podemos tentar tratar um caso como o seu com uso de tipoia… contudo precisa ficar 1m usando e depois deve fazer uma boa fisioterapia para fortalecer o ombro… quanto ao resultado, apenas saberemos se ficou bom testando… para isso deve acompanhar direito isso com um especialista em ombro e mesmo assim existe chance de voltar a sair do lugar, ok?
      boa sorte

  • claudio antonio fevereiro 18, 2015 at 17:27 Reply

    ola dr. Joel
    Recebemos agora a pouco um resultado de uma ressonancia magnetica que tem a seguinte conclusão :

    LESAO OSSEA CARACTERIZADA POR HIPOSSINAL EM T 1 HIPERSINAL EM T 2 , DIFUSA PELA CINTURA ESCAPULAR.
    O QUE SIGNIFICA

  • marta março 2, 2015 at 21:06 Reply

    Boa noite esto a perto de uma semana e meia com dor no ombro por baixo da clavicula dor esta Que eradia pelo o braço tenho tambem o ombro inchado que podera ser?

    • pode ser uma serie de coisas… sugiro que procure um especialista em ombro na sua região para ser examinada e investigar melhor seu caso…

  • Jaqueline março 20, 2015 at 10:56 Reply

    Dr. Joel, bom dia!

    Recebi, meu resultado da RM do Ombro Esquerdo.
    A análise diz:
    Articulação acrômio-clavicular de aspecto normal.
    Morfologia da porção anterior do acrômio do do tipo I-plano.
    Cabeça umeral e glenóide de contornos regulares e intensidade de sinal preservada.
    Ausência de derrame articular significativo.
    Espessamento da bursa subacromial/subdeltoidea.
    Labruns de morfologia e sinal conservados sem alteração.
    Ventres musculares sem alteração.
    Focos de hipersinal em T1 e na densidade de prótons, no interior dos tendões supraespinhal,subescapular e infraespinhal podendo corresponder a alteração degenerativas ou tendinite crônica,não se observando se zonas de roturas(área de hipersinal em T2).

    Tendinose dos tendões supraespinhal,subescapular e infraespinhal e Espessamento da bursa subdeltoidea.

    Por favor, gostaria muito que pudesse me esclarecer este resultado. E o que indica para este caso.

    Obrigada.

  • kenia maio 11, 2015 at 23:33 Reply

    Boa noite Dr.

    Tenho 42 anos, e a alguns tempo estou sentindo dor ombro, que desce para o braço e me dói o peito ao respirar, fiz uma ressonância e o resultado foi:

    Artropatia acromioclavicular com edema da medular óssea de ambos os componentes, notadamente do clavicular, com irregularidade da superfície articular e imagem arredondada(0,3 cm) interposta de baixo sinal em todas as sequencias(provável calcificação) podendo estar relacionada a deposito microcristalino(hidroxiapatita de cálcio) Associa-se discreto espessamento capsuloligamentar.
    Acrômio plano, sem sinais de inclinação lateral significativa
    Edema com fina lamina liquida na bursa subacromial/subdeltoidea
    Discreta alteração da intensidade de sinal do supraespinhal, relacionada a tendinopatia leve, sem rotura franca de suas fibras.
    Demais tendões do manguito rotador e tendão da cabeça longa do bíceps com morfologia e intensidade de sinal normais.
    Não ha atrofia significativa dos ventres musculares avaliados
    Intervalo rotador sem anormalidades
    Não ha evidencias de erosões condrais profundas ou derrame articular significativo no compartimento glenoumeral
    Lábio da glenoide com morfologia dentro da normalidade
    Feixes neurovasculares sem alteração ao método.

    Gostaria que o Sr desse um parecer sobre o resultado do exame.

    Obrigada

  • Edson Hitoshi Hasimoto junho 9, 2015 at 10:07 Reply

    Bom dia doutor
    Tenho 52 anos e de uns meses para cá sinto dor no ombro esquerdo ao levantar o braço, também para fora e para dentro.
    fiz consulta com ortopedista e ele me recomendou ressonância magnética.
    Fiz ressonância magnética no ombro esquerdo e um dos itens que consta no laudo, é pequenas fissuras no tendão.
    Tomei duas dosas de Diprospan injetável (2ml) receitado pelo ortopedista e estou fazendo acupuntura e fisioterapia.
    Me disseram que tendão não se regenera é verdade? estou tomando colágeno hidrolisado (16mg) todas as noites antes de dormir; um colega meu disse que é bom para as articulações.
    Doutor, pratico AIKIDO e pergunto: Posso continuar o praticar esse esporte? com os devidos cuidados?
    Agradeço desde já.
    Grato

    • sim normalmente o tendão não regenera… contudo normalmente é possivel retomar os esportes normalmente, após estar devidamente reabilitado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *