Telefone: 011 3257-0763

Anatomia do Cotovelo | Tudo Sobre Ombro

Anatomia do Cotovelo

Anatomia do Cotovelo

Dr. Joel Murachovsky Especialista em Cirurgia de Ombro e Cotovelo              Contatos: 11-32570763 ou 11-37438251

Estruturas  Ósseas

A articulacão do cotovelo é composta por 3 estruturas ósseas: a porção distal do úmero e as porções proximais da ulna e do rádio.

Úmero

Estruturas ósseas do cotovelo

 

A porção distal do úmero é formada por 2 côndilos: o lateral e o medial, que formam respectivamente  as superfícies articulares do capítulo e tróclea. Nas pontas dos côndilos  estão os epicôndilos, aonde os ligamentos colaterais, medial e   lateral estão inseridos, assim  como os músculos  flexo-pronadores (medialmente) e os extensores-supinadores (lateralmente).

Nessa região o úmero apresenta depressões  e, na sua porção anterior elas são duas, mas menores e servem para acomodar a cabeça do radio  e o processo coronóide, quando fletimos o cotovelo. Na sua porção posterior essa depressão, embora única, é maior e serve para acomodar o olécrano  (ponta proximal da ulna) quando  o cotovelo é estendido.

Cabeça do Rádio

A porção mais proximal do rádio  é chamada de cabeça do radio, pelo seu formato mais cilíndrico . A cabeça do rádio é coberta de cartilagem  e  na sua porção mais central há uma suave depressão que acomoda o capítulo. Essa cabeça em forma de disco também se articula com a ulna e está fixado a mesma por meio do ligamento anular. Ao afilamento da cabeça do radio  chamamos de colo que se estende até a tuberosidade   do rádio, que é o local de inserção do bíceps.

Ulna

A porção mais proximal da ulna é a principal área de estabilidade do cotovelo e se articula com a tróclea no úmero. Sua conformação óssea faz com que o encaixe entre essas duas estruturas seja perfeito. Sua porção posterior é chamada de olecrano e  é o local aonde o tríceps se insere. O processo coronóide  é a proeminência anterior da ulna proximal e é aonde o músculo braquial se insere, assim como a porção anterior do ligamento colateral medial do cotovelo. O ligamento colateral ulnar lateral também se insere na porção proximal da ulna, mas lateralmente, no tubérculo da crista do supinador.

 

Articulações do Cotovelo

Há duas diferentes articulações no cotovelo, a Ulno-umeral e a Rádio-Ulnar proximal, associada a radio-capitelar.

A Articulação Ulno-umeral é uma articulação do tipo Gínglemo, a qual permite o movimento de flexão e extensão. Já a articulação rádio-ulnar proximal, associada a articulação rádio-capitelar, é uma articulação do tipo pivô ou trocóide, permitindo a rotação do rádio sobre a ulna,  ou seja, a pronação e supinação do antebraço.  A estabilidade do cotovelo é dada pela sua congruência articular, cápsula articular e, também, pelos  complexos ligamentares lateral e medial.  O  ligamento anular que faz parte do complexo  ligamentar lateral  dá a estabilidade da articulação radio-ulnar proximal.

 

Músculos do Cotovelo

 

Músculos Flexores

 

Bíceps

Figura mostrando os músculos bíceps e triceps

 

Se origina em dois pontos diferentes: no tubérculo supra-glenoideo e no processo Coracóide e se insere na tuberosidade do rádio e, é inervado pelo nervo músculo-cutâneo.
Além de importante na flexão, quando o antebraço está pronado, é importante na supinação do antebraço

Braquial

Se origina na metade distal da face anterior do úmero e se insere no processo coronóide, sendo inervado pelo nervo músculo-cutâneo.

É o principal flexor do cotovelo.

Braquioradial

Se origina na coluna lateral do úmero e se insere no processo estilóide do rádio e, é inervado pelo nervo radial. Além da flexão, auxilia nos movimentos de pronação e supinação.

Músculos Extensores

Tríceps

Duas das três cabeças se originam na porção posterior do úmero e a cabeça longa se origina no tubérculo infra-glenoideo. As três cabeças se unem formando um tendão único e esse músculo se insere no olecrano.  O tríceps é inervado pelo nervo radial e é o principal extensor do cotovelo.

Anconeu

Se origina no epicôndilo lateral do úmero e cápsula posterior do cotovelo e se insere na face lateral do olecrano  e parede postero-lateral da ulna. O anconeu é inervado pelo nervo radial e auxilia o tríceps na extensão do cotovelo.

Músculos extensores do punho e Supinadores

 

Extensor radial longo do carpo

Músculos extensores e supinadores

 

Se origina na coluna lateral do úmero, logo abaixo do braquioradial e se insere no dorso da base do 2o metacarpo.  Esse músculo é inervado  pelo nervo radial e, além de ser um flexor secundário do cotovelo, faz a extensão do punho com desvio radial.

Extensor radial curto do carpo

Se origina no epicôndilo lateral  e se insere no dorso da base do 3o metacarpo. É inervado pelo nervo interósseo posterior e, é um extensor do punho.

Extensor Comum dos dedos

Se origina no epicôndilo lateral e se insere nas bases das falanges médias dos 2o ao 5o dedos e retinácula do extensores. É inervado pelo nervo interósseo posterior e atua na extensão das articulações metacarpo-falangeanas e interfalangeanas proximais.

Extensor Ulnar do Carpo

Se Origina da borda lateral do úmero e posterior da ulna, além de origem comum com os extensores do antebraço e se insere no dorso da base do 5o metacarpo. Além da extensão do punho age no desvio ulnar do punho e, é inervado pelo nervo interósseo posterior.

Supinador

Se Origina no epicôndilo lateral, no ligamento colateral lateral e na crista do supinador e se insere na face Antero-lateral do terço proximal do rádio. Esse músculo é inervado pelo nervo interósseo posterior e faz a supinação do antebraço.

Músculos Flexo-Pronadores

 

Pronador redondo

Músculos flexo-pronadores

 

Se Origina de dois pontos: epicôndilo medial e processo coronóide e, insere  na face lateral do rádio. Embora seja um fraco flexor do cotovelo é o principal  pronador do antebraço e, é inervado pelo nervo mediano.

Flexor radial do Carpo

Se origina no epicôndilo medial e se insere na face volar da base do 2o e 3o metacarpos.  É inervado pelo nervo mediano e sua principal função é fletir o punho  e desvio radial.

Flexor ulnar do Carpo

Se origina no epicôndilo medial  e face medial da ulna e se insere no pisiforme e hamato no carpo. É inervado pelo nervo ulnar e é um importante flexor do punho  e age também no desvio ulnar do punho.

 

 




Joel Murachovsky

Dr. Joel Murachovsky é Ortopedista, especialista em cirurgia de Ombro e Cotovelo, com formação realizada no departamento de ortopedia e traumatologia da Santa Casa de São Paulo. Contatos: 11 - 32570763 ou 11 - 37438251

0 Comments on “Anatomia do Cotovelo